Menu

Por que a chave de braço de Vitor Belfort não finalizou Jon Jones?

É tradição já esperar o vídeo dos Gracie, Renner e Ryron, explicando os mais complexos ou simples golpes de jiu-jitsu acontecidos no final de semana.

No caso, foi no UFC 152 quando vimos a chave de braço mais excitante dos últimos tempos… a praticada no Belfort x Jones.

Dessa vez Renner e Ryron Gracie acompanhados por Ed O’Neill (Modern Family) explicaram no Gracie Breakdown como a chave foi executada com perfeição. Como muitos praticante de jiu-jitsu sabem, o braço possui articulações particulares que nem sempre acabam permitindo que o braço quebre ou saia do lugar com facilidade como acontece com o joelho ou o ombro. Ai, a elasticidade e resistência das articulações do braço dependerão da genética do lutador, como aconteceu com Jones, quem mostrou uma dureza e psicologia fora do normal.

Uma vez Jones soube que seu braço tinha sido encaixado, levantou e tentou sacudir ele para sair escorregando. Só que ai, foi pro slam, encaixando o braço de novo, momento exato em que o braço começou a estalar quando tentou de novo levantar o corpo. Foi nesse momento de tensão que as sacudidas e espirito de Jones conseguiram afrouxar o agarre, liberando o da situação. Foi no ponto onde o peso do corpo de Jones sobre Vitor, impediu que o brasileiro estendesse mais a chave reduzindo logicamente a pressão sobre o braço.

Seria ai, olhem minuto 6:02, quando Vitor poderia ter sacrificado um dois agarres do pulso do Jones para procurar o tornozelo do americano e rodar com o braço até uma posição que permitisse esticar de novo o armbar.

Enfim, uma aula de jiu-jitsu por um Gracie… senta cátedra né? Osss.

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

Saiba Como Assistir O UFC Online AO VIVO