Menu

Vitor Belfort e a polêmica reposição hormonal TRT

O negocio é o seguinte: O uso de esteroides ou PEDs que ajudam e melhoram no rendimento podem machucar o sistema endocrinológico do usuário. Quer dizer, os níveis de produção de hormônios baixara no futuro assim como outros efeitos colaterais podem ser detetados. No caso do brasileiro Vitor Belfort, foi pego no Pride por uso de hidroxitestosterona o que faz pensar que, como em outros casos, exista a possibilidade de um planejamento logico e cíclico de toma de sustâncias proibidas nos períodos entre-lutas acompanhado de uma fase “limpeza” de forma que nada é detetado nos testes anti-doping. Vejam o Belfort que com 20 anos foi campeão de UFC e se perguntem, até que ponto esse corpo é natural e, se for o caso, se ha algum indicio que esse atleta possa sofrer de deficiência hormonal… de forma natural como ele argumenta para acessar ao programa de TRT..

Ai, logicamente o uso dessas sustâncias teriam afetado e desgastado mais aceleradamente seu organismo. Então, é justo permitir aceder ao programa de TRT a atletas responsáveis e causantes dos seus próprios estados de deficiência hormonal?

Na hora do processo de aceitação ao programa de tratamentos de reposição hormonal TRT, a majoria das comissões atléticas perguntam se o sujeito já testou positivo no passado por alguma sustância proibida já que o argumento principal para ser aprovado é sofrer de baixos níveis de testosterona por deficiências naturais como hipogonadismo. Porem, segundo Keith Kizer diretor executivo da NSAC, responder positivamente não desqualifica necessariamente ao atleta.

Explicado isso ai, cabe outra questão: é justo para aqueles atletas que tem levado um comportamento correto sem usar sustâncias proibidas e que não aplicam para o TRT? Vejam por exemplo o caso de Bisping e 3 das suas ultimas derrotas: Henderson, Sonnen e Belfort. Os três lutadores reconhecidos usuários de TRT. Influi?

Parece que a atual legislação esportiva no MMA só deixa uma saída possível.

No comments

Deixe uma resposta

UserOnline

Saiba Como Assistir O UFC Online AO VIVO